Blog

CATEGORIAS
ARQUIVOS

Vivendo em Portugal: experiências de uma brasileira há 18 meses em terras lusitanas

data do post 28/03/2021 autor do post Oaks Burritos categoria do post explorador

Portugal entrou na minha vida por acaso. Com um projeto audacioso e inovador, Espanha era o plano, mas trabalhando com marketing de entretenimento e experiência, eu e meu namorado, que é também meu sócio, descobrimos em Portugal um mercado muito mais carente de boas ideias e com espaço real para desenvolvimento da nossa empresa e projetos. Assim, aqui acabamos ficando.

Não sendo o destino final, cheguei sem ter pesquisado muito sobre como realmente era morar aqui, e, aos poucos, fui descobrindo o país.

Apesar de ser um país irmão e nossas semelhanças e heranças serem muitas, a mudança pode ser bem impactante. É um país pequeno, com ritmo de vida e trabalho mais lento que o dos brasileiros, e com cidades e círculos menores – com tudo em menor escala, em todos os sentidos. É preciso desacelerar.

Os portugueses são ainda muito conservadores, mas admiram o jeito espontâneo, festivo e alegre do brasileiro e, definitivamente, amam a nossa cultura. A maioria deles já foi ou sonha em ir visitar nossas terras bonitas por natureza. Nas rádios locais grande parte da programação é composta de música brasileira, das mais atuais às mais antigas, e os amantes da vida noturna vão à loucura quando toca funk nas festas. Na televisão, muitas das nossas notícias passam nos jornais e as novelas das grandes emissoras do Brasil são transmitidas o ano todo. 

Mas não se engane, os portugueses também se orgulham muito do próprio país e defendem sua cultura com unhas e dentes. “Come-se muito bem em Portugal” é uma frase que você provavelmente vai ouvir ao passar um tempo por aqui e não é à toa: a boa gastronomia, principalmente de frutos do mar, queijos e vinhos, é reconhecida internacionalmente. E não para por aí: a segurança inquestionável e as lindas falésias das praias portuguesas conferem ao país argumentos quase imbatíveis pra qualquer brasileiro amar estar por aqui. 

Eles falam português e nós “brasileiro” – assim muitos se referem à nossa língua. O fato é que o nosso português apresenta muitas diferenças, tanto de sintaxe quanto de semântica, e isso tem o seu lado cômico. “Pica” por aqui significa, na verdade, energia. Calcinha é cueca e cueca é calcinha. “Banheiro” não existe, mas sim a “casa de banho”. “Malta” significa galera e “rabo” é a palavra que descreve o bumbum, e você vai ver ela em cartazes e outdoors com frequência. Por essas e outras, todo brasileiro que vive por aqui vai ter histórias para contar sobre os momentos hilários que essas diferenças linguísticas podem causar.

O clima é muito parecido com o do sul do Brasil, com verões muito quentes e invernos muito frios. Não é tão rigoroso como o do restante da Europa, e neve mesmo só no extremo norte do país, mas as temperaturas abaixo dos 8 graus fazem muitos brasileiros do centro e nordeste sentirem saudades da terra natal. Aí, só mesmo um bom vinho tinto do Douro ou do Alentejo para esquentar. 

Falando em esquentar, gaúcha que sou fui em busca de erva-mate para o chimarrão. E não foi difícil encontrar: existem alguns mercadinhos brasileiros espalhados por Lisboa onde é possível achar quase tudo que se pode querer. Além disso, foi interessante descobrir que o pão francês, assim como no sul do Brasil, também é chamado de “cacetinho” por aqui.

Apesar de não estar nos meus planos, Portugal foi uma grata surpresa. São muitas as cidades para descobrir, locais lindíssimos para visitar e muitas outras qualidades que eu não imaginava que encontraria por aqui. Em um ano e meio nas terras lusitanas fizemos amigos queridos, brasileiros e portugueses, vivemos histórias que poucos acreditariam e que jamais esqueceremos e, principalmente, aprendemos a apreciar e confiar na incerteza dos caminhos da vida. Fica a recomendação: visite Portugal!

LEIA TAMBÉM

Mochilão pelo Nordeste: como foi conhecer 7 estados em 15 dias

Escrito por: Lucas Morellato   Desde criança, sempre gostei muito de viajar. Minha mãe tinha um atlas gigantesco e eu adorava fazer listas de países pra onde eu queria ir por causa das cores das bandeiras. Mas o meu sonho mesmo era conhecer o mundo inteiro – acho que nunca tinha parado pra pensar, até […]

Voluntariado no Nepal: experiências e aprendizados

Escrito por: Roberto Teixeira Recém-formados nas áreas de engenharia civil e arquitetura, eu, Luiz e Gabriel sentíamos muita vontade de usar os conhecimentos adquiridos na faculdade para contribuir de alguma forma para um mundo melhor. Com esse sentimento, começamos a pesquisar ONGs que facilitassem o trabalho voluntário relacionado à construção civil. Encontramos a Build Abroad […]

Mochilão do Surf na Indonésia – Parte 2: Mentawai

A ansiedade para chegar às ilhas Mentawai era grande. Seriam 10 dias navegando pelas ilhas e surfando as melhores ondas. Chegando em Padang, ficamos aguardando na pousada até o tempo melhorar para realizarmos a travessia marítima. Ela foi adiada cerca de três vezes devido às más condições climáticas. Cerca de dois dias antes, o barco […]

OAK'S CALIFORNIA BURRITOS

em sua casa

Faça seu pedido diretamente na nossa plataforma de delivery. Acumule pontos e troque por prêmios exclusivos!
Pedir agora
A gente tem a entrega programada (catering)
Pedir agora